terça-feira, 28 de junho de 2011

Sofro calado


Sofro calado


Socorro eu te peço com meus olhos, embora minha boca sorria e você nem perceba a dor que se passa no meu peito. Assim eu consigo te enganar, faço você ir embora e me deixar aqui sozinho, é o que eu desejo. Sinto o tempo todo uma guerra interna ocorrendo dentro de mim, uma mão quer levantar e acenar por ajuda, mas a outra a sabota e a segura para que não seja notado o meu pedido desesperado.

Sim eu recuso convites, invento doenças, evito os lugares onde sei que posso encontrar conhecidos, eu fujo, me esquivo o tempo todo e faço de tudo pra ficar sozinho. Faço isso porque aprendi a gostar da solidão, além disso eu não quero que descubram a minha tristeza, não quero que me perguntem o que está havendo. Não adianta, eu sempre direi que não está havendo nada, que está tudo bem, assim eu sorrio e saio de cena. E não espere me encontrar tão cedo, afinal precisaremos de um bom tempo sem nos ver, você chegou perto demais de onde não devia.

Meus problemas são tão meus que não sei dividir com ninguém, eu não aprendi a compartilhá-los e nem tenho confidentes, eu sou sozinho, embora esteja sempre rodeado de pessoas que dizem me amar.

Eu prefiro sofrer calado, não aprendi a compartilhar minha dor, não gosto de distribuir minhas lástimas a um e a outro, não me vejo alugando o ouvido de alguém, me sinto sugando sua energia, agindo assim eu me vejo como aquele que chega pra falar somente de coisas ruins, não quero ser vitimizado, nem quero me vitimizar.

Assim eu fico calado, sofro calado. É a única maneira que sei de sofrer.

[Mente Hiperativa]

7 comentários:

  1. Meu caro Mente Hiperativa,declarado algo que eu já sentia perceber, além de um texto bem tocante, foi revelador.

    ResponderExcluir
  2. Se precisar de um ombro amigo, podes contar com o meu.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Que pena que não compartilha.
    Pessoas são diferentes.
    Elas podem sim, te ajudar. Para que existimos, se não for para ajudar o próximo? Pense nisso!

    ResponderExcluir
  5. Qualquer coisa estamos aí!
    um abraço

    ResponderExcluir
  6. é a pele do jacaré que vez por outra está inadequada para a rã que sente, e sente muito.

    Às vezes também faço isso para poupar as pessoas, e quando compartilho eu sei quem realmente está do meu lado, e isso é bom : ) e como uma vez vc me disse: quando falamos algo para outra pessoa encontramos significados diferentes daquilo que pensamos, sentimos...
    (não só na psicanálise, não é)
    é bom pedir socorro é bom ser o socorro de alguém!
    qualquer coisa é só gritar ;P
    beijo

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião: