sexta-feira, 27 de maio de 2011

Caça-fantasma


É que quando a ferida está quase cicatrizando você volta e arranca a casquinha.
Por que você faz isso? Porque não deixa ela sarar de vez?
Chega de fantasmas e assombrações do passado, eu lembro que sepultei seu corpo numa cova, você não pode estar de volta, só pode ser coisa da minha imaginação...

Me deixa seguir o meu caminho, me deixa conhecer novas pessoas, novos lugares. Preciso me desfazer dos sentimentos antigos e desgastados pra que os novos possam vir.

Alguém me ajuda? Como se faz pra matar um fantasma?

[Mente Hiperativa]

4 comentários:

  1. Faça um transplante de coração.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Quando está quase secando, aparece uma coceirinha boa e... pronto arrancamos a casca!
    Fantasmas!? Deixe a luz acesa

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Oi,MH!Não sei o que te dizer na boa, porque eu vivo uma situação dessa quando a ferida tá quase cicatriznado volta tudo, então não sei te dizer como se livrar disso, não mesmo.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Vez por outra nos pegamos rindo da mesma piada, chorando as mesmas dores, andando nos mesmos caminhos, quando pensamos que fomos longe estamos no mesmo lugar andando em círculos.

    O cenário muda, mas mantemos o mesmo protagonista. Talvez o segredo seja dar um papel secundário a ele de preferência de figurante, quem sabe ele não se perde na multidão e depois só vamos ter aquela impressão de que conhecemos o fantasma de algum lugar, mas não virão lembranças boas que nos prendam a ele a ponto de querermos colocá-lo no centro da nossa história.
    beijo

    p.s. não é fácil, mas é melhor assim. afinal
    esses fantasmas não são camaradas como o gasparzinho ;)

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião: