domingo, 25 de setembro de 2011

Não aceito a doença


Não aceito a doença

Novamente chega o dia de mais uma consulta de acompanhamento médico e ela, nervosa, se arrasta em direção ao consultório, seus pés se negavam a avançar diante da porta, e ela se mantinha estática esperando que um meteoro caísse sobre sua cabeça e acabasse com todo aquele sofrimento.

Era sempre assim, a cada consulta algumas noites de insônia que precediam o temido encontro com o médico, perdia a fome, o sono, tinha palpitações, sudorese, tudo por conta do medo de encarar a própria doença. A consulta era antes de tudo um tapa de realidade na sua cara, era tudo que ela não queria ouvir, que tentava negar, em vão.

Desde que recebeu o diagnóstico ela se recusava a aceitar que estava doente, pior do que isso, que seu futuro era incerto e impreciso, poderia viver mais 10 anos com saúde; ou 20 com péssima qualidade de vida. Que doença terrível... Quando o médico lhe disse ela teve vontade de esbofetear a cara dele, como se ele tivesse culpa de alguma coisa.

A consulta acabou, o médico lhe passou alguns exames, que sempre passa, fez algumas recomendações sobre vida saudável - que muito provavelmente nem ele mesmo segue - como praticar esportes e moderar a alimentação, e falou sobre o uso de remédios que poderiam atenuar seus sintomas, mas não curá-la. Sua doença não tem cura.

Ela agradeceu ao médico e virou as costas, bateu a porta e foi embora. Ela se recusava a aceitar-se doente, do lado de fora daquele consultório não pensava na sua doença, não queria saber que ela existia, só queria viver como alguém normal.

[Mente Hiperativa]

3 comentários:

  1. Jesus já levou sobre si na cruz do calvário todas as nossas doenças, acredite sem duvidar no coração.
    Não deixando nunca de fazer os tratamentos médicos, Deus nos cura de diversas formas, usando os medicos, ou por cura milagrosa. Devemos declarar a palavra de Deus, pois ela não volta vazia. Recebamos a cura que Jesus já nos deu.

    "Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades,
    Salmos 103:3

    Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
    Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
    Isaías 53:4-5

    O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.
    João 10:10

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião: